O problema das "classes ínfimas" na nova ordem Constitucional. Relações de poder, códigos de conduta e a construção do vocabulário político na província de Minas Gerais (1820-1831)

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Publicado 30-10-2012
Ana Rosa Cloclet da Silva

Resumen

Resumen: Referendado na proposição koselleckiana, segundo a qual um conceito é não apenas um "fato linguístico", mas um "indicador" de algo que se situa para além da língua, o artigo avalia os significados e apropriações daqueles termos que, na conjuntura do constitucionalismo, aludiram à numerosa população escrava, forra e livre de cor radicada na província de Minas Gerais. Carregadas da experiência histórica informada pelas clivagens étnicas, raciais e sociais aí presentes, expressões como a "anárquica plebe" ou as "perigosas classes ínfimas" moldaram o discurso e a prática política das elites mineiras, denunciando a inviabilidade de se tomar a idéia de povo num sentido abrangente.

Palabras clave: Minas Gerais; Constitucionalismo; liberalismo; "classes ínfimas"; justiça; violência

Abstract: With regard to Koselleck's suggestion that a concept is not just a "linguistic fact" but an "indicator" of something that lies beyond language, this article examines the meanings and forms of appropriation of those terms used to refer to the large slave population, free coloured men, which lived in the province of Minas Gerais, in the early days of constitutionalism. Informed by historical experience of ethnic, racial and social divisions, expressions such as "lowest" and "anarchic classes" shaped the discourse and practice of local political elites, revealing the impossibility of employing the term people (povo) in a comprehensive sense.

Keywords: Minas Gerais; constitucionalism; liberalism; "lowest classes"; justice; violence

 

Cómo citar

Cloclet da Silva, A. R. (2012) «O problema das "classes ínfimas" na nova ordem Constitucional. Relações de poder, códigos de conduta e a construção do vocabulário político na província de Minas Gerais (1820-1831)», Ariadna Histórica. Lenguajes, conceptos, metáforas, (1), pp. 133–161. Disponible en: https://ojs.ehu.eus/index.php/Ariadna/article/view/6269 (Accedido: 1 octubre 2022).
Abstract 99 | PDF Downloads 277

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Keywords

Minas Gerais, Constitucionalismo, liberalismo, "classes ínfimas", justiça, violência

Sección
DOSSIER